Ordem dos Cartuxos

Cronologia

Principais fatos da vida de São Bruno com suas datas aproximadas.

1030 Nasce Bruno em Colônia, Alemanha.
1056 Bruno é nomeado reitor e cônego da catedral de Reims, França.
1068 Manasés de Gournay é nomeado arcebispo de Reims, adquirindo a dita sede por simonia.
1076 Manasés nomeia Bruno chanceler, encarregado por ofício da composição, registro e expedição dos documentos oficiais da cúria arquiepiscopal.
1077 Bruno demite-se do cargo de chanceler como protesto contra os abusos de poder mostrados pelo arcebispo Manasés e sua atitude de desobediência ao papa Gregório VII.
Em setembro do mesmo ano acontece o Concilio de Autun, em que Manasés é destituído pela primeira vez.
1080 Concílio de Lyon, a ordem de Gregório VII; o Papa destitui definitivamente o arcebispo Manasés e ordena sua expulsão de Reims. Ao voltar Bruno do desterro, se lhe oferece o arcebispado, mas recusa o cargo.
1082 Depois de ter realizado o voto de abraçar a vida eremítica, Bruno se instala com dois amigos (Pedro e Lamberto) no bosque de Sèche-Fontaine junto à abadia beneditina de Molesmes.
1084 Em busca de uma solidão mais profunda, Bruno e seis colegas guiados por Hugo, bispo de Grenoble, saem para o remoto e austero vale alpino da Chartreuse.
1086 Faz-se público no sínodo diocesano de Grenoble a doação e cessão de direitos dos limites do vale de Chartreuse.
1088 Urbano II, antigo aluno de Bruno, é eleito papa.
1090 Bruno é chamado a Roma como conselheiro do Papa; se lhe oferece o arcebispado de Reggio mas recusa o cargo.
1091 Com a aprovação do Papa, Bruno se instala novamente na solidão; desta vez em Calábria, Itália.
1096 Raúl é nomeado preboste do cabide de Reims e dez anos mais tarde arcebispo da dita cidade.
1099 Viagem de Landuíno desde Chartreuse a Calábria.
1101 Bruno falece em Calábria.
1514 Leão X autoriza aos cartuxos o culto a São Bruno.
1623 Gregório XV estende o culto de São Bruno a toda a Igreja.
© 1998-2020 Ordem dos Cartuxos • Informações legaisContato